Um grupo douradense composto por cerca de 40 ex-atletas de basquetebol está jogando todas as manhãs de domingo há mais de um ano na quadra de esportes do Parque dos Ipês, na Vila Antônio Tonnani.

O grupo que iniciou a praticar o basquetebol na década de 70 sob o comando do então professor da escola estadual Presidente Vargas, Altino Mazzini, e posteriormente prosseguiu sob o comando do professor Russo Issao Minegutti, o “Bim” por anos conquistou vários títulos para Dourados em competições escolares, campeonatos e torneios.

De acordo com informações de Carlos Eduardo Stranieri, o “Goiaba”, hoje profissional em educação física e um dos lideres do grupo, o objetivo deles é se reencontrar todos os domingos a partir das 8 horas na quadra para praticar o “bom e velho basquetebol” e depois juntos relembrar o tempo em que eles jogavam juntos ou contra em disputas escolares, torneios e campeonatos. “O reencontro dos ex-atletas de basquetebol de nossa cidade foi uma ideia que partiu do hoje empresário Marlon Matoso. No inicio começou com poucos ex-atletas, todavia com o passar dos meses aos poucos foram chegando mais e hoje há pouco mais de um ano de encontros, o grupo já atingiu a 40 pessoas” disse “Goiaba” a reportagem.

Após o jogo “Goiaba” conta que todos se reúnem para conversar e o saudosismo bate em cada lembrança feita pelos ex-atletas e acrescenta dizendo que muitos deles inclusive foram seus atletas. “Quando ministrava treinos de basquetebol muitos deles passaram pelas minhas mãos. Hoje estamos todos os domingos juntos batendo uma bolinha no Parque dos Ipês, que agora se tornou a casa do basquetebol máster de nossa cidade. Isso não tem preço” diz “Goiaba” à reportagem.

Dos que participam do encontro que também serve para melhorar a qualidade de vida de cada um, vários ex-atletas defenderam grandes clubes do basquetebol brasileiro bem como a seleção sul-mato-grossense, como Vinicius Telo, Vandir Dassan, Luís Carlos, Alex Pereira entre outros. O grupo conta também com a presença do ex-técnico de basquetebol, hoje professor da rede estadual aposentado Ubaldo Gomes.

Waldemar Gonçalves – Russo