quinta-feira, 22 de outubro 2020

Funed “emplaca” goleiros na Chapecoense e na Lajeadense

Há pouco mais de um mês em teste nas categorias de bases da Associação Chapecoense de Futebol após ser levado pelo pai Jaime Medeiros, foi aprovado pelo Departamento de Futebol Amador da equipe catarinense, o jovem Pedro Henrique de Oliveira Medeiros, de 14 anos.

Natural de Rio Brilhante, o garoto que hoje tem 1,84 de altura e pesa 72 quilos, teve como principal incentivador a frequentar a escola de goleiros da Funed, o empresário douradense Saame Gebara, o “Mito”. “Quando conheci o Pedro Henrique vi que tinha qualidades para ser goleiro e passei a trazer ele para frequentar a escolinha da Funed, e com os ensinamentos e orientações do Moacir Amorim, hoje o garoto está seguindo lá na Chapecoense a caminhada para o seu futuro. Espero que ele seja feliz e que se transforme em um grande goleiro profissional” disse o empresário feliz por saber que o jovem goleiro foi aprovado pela equipe catarinense.

LAJEADENSE

Assim como Pedro Henrique, outro que deixou a escola de goleiros da Funed e foi aprovado pelo Clube Esportivo Lajeadense, de Lajeado, no Rio Grande do Sul, trata-se do garoto Felipe Guilherme Ajala Teixeira, que no próximo dia 21 de julho estará completando 14 anos de idade.

Felipe Guilherme que tem sem eu pai Mauro César Teixeira como seu grande incentivador, realizou testes também nas categorias de bases e foi aprovado e já se encontra devidamente instalado no alojamento do clube gaúcho. “Sentimo-nos gratificados quando sabemos que estes garotos, assim como outros que já passaram pela escolinha da Funed foram aprovados em grandes clubes do país. Daqui ficamos torcendo para que eles sejam felizes e sigam a carreira com muita dedicação e profissionalismo” disse Moacir Amorim à reportagem acrescentando que a escola que ele comanda é um projeto social que visa além de integrar os jovens na difícil posição que é a de goleiros, a de também prepara-los para o futuro, em especial a de se afastarem do submundo do crime, das drogas, enfim, para que cresçam como verdadeiros cidadãos.

A escolinha

A Funed (Fundação de Esporte de Dourados) sob o comando do diretor/presidente Jânio César Amaro, vem desde o início da administração da prefeita Délia Razuk (PR), desenvolvendo diversos trabalhos sociais, entre eles, a manutenção da pioneira escola de goleiros do Mato Grosso do Sul, e mais dois garotos que faziam parte do projeto dela, foram aprovados em dois grandes clubes do Sul do país.

A escola que é mantida pela autarquia municipal de esporte e é comandada pelo ex-jogador e técnico de futebol profissional Moacir Amorim e funciona nas dependências do estádio Frédis Saldivar, o “Douradão”, vem atualmente trabalhando com 16 garotos com idade de 08 a 17 anos de segunda a sexta-feira das 15 às 17 horas.

 

Pedro Henrique de Oliveira Medeiros, de 14 anos, está na Chapecoense (foto: Divulgação)

Veja também

Tiro Esportivo: O que é e por que faz tanto sucesso

O tiro esportivo é uma esporte praticado com arma de fogo ou ar comprimido e …