quarta-feira, 30 de setembro 2020

Douradão abre seus portões para jogo festivo entre “Leão e Galo”

Neste próximo sábado a partir das 15 horas, o estádio Frédis Saldivar, o “Douradão” que é a maior praça esportiva do interior do Mato Grosso do Sul, com entrada franca aos amantes do futebol, estará abrindo os seus portões para receber o jogo festivo entre as equipes do Ubiratan Esporte Clube e Operário Futebol Clube de Campo Grande.

Grandes rivais no futebol profissional de Mato Grosso do Sul, a equipe do interior, o “Leão da Fronteira” como é denominado o clube douradense, detentor de três títulos e dois vices campeonatos na séria “A” e um na “B” estará em campo com sua equipe máster que conquistou o bicampeonato nos anos de 1.998/99 na administração do atual presidente Joaquim Soares.

Antes, porém sob a presidência do então deputado estadual Roberto Razuk, o Ubiratan em 1.990 havia conquistado o seu primeiro título após vencer a SEN (Sociedade Esportiva Naviraiense) no “Douradão” por um a zero, gol de “Tadeu” e ter segurado o empate no jogo da volta em zero a zero, na casa do adversário, o estádio municipal José Cândido dos Santos Virote, o “Virotão”.

Nomes que marcaram histórias nas conquistas destes dois títulos, o “Leão” estará enfrentando o máster do “Galo da Bandeirante”, que é o clube que mais conquistou títulos no Mato Grosso do Sul, no total 11, sendo eles, nos anos de 1979, 1980, 1981, 1983, 1986, 1988, 1989, 1991, 1996, 1997 e neste ano.

Antes da divisão do Estado, no então Mato Grosso uno, o “Galo” conquistou mais quatro títulos, sendo eles nos anos de 1974, 1976, 1977 e 1978.

20 ANOS DOS TÍTULOS

O jogo deste sábado será em comemoração aos 20 anos dos dois títulos do Ubiratam nos anos 89/89 invicto e também o vice-campeonato de 2.000.

À equipe do “Leão da Fronteira” será formada por ex-jogadores profissionais que foram campeões na oportunidade assim como o vice-campeão de 2.000 e alguns convidados pelos organizadores.

Já confirmaram presença no evento festivo, os goleiros Leopoldo e André e os jogadores Alexsandro, Nego Denis, Clayton, Edilson, Fialho, autor dos dois gols do título de 98 e Élcio, que fez o gol do título de 99, Graziani, Kunta, Marquinhos Queixinhas, Paulinho Bebê, Paulo Fernandes, Pereira, Roberto Nunes, Ronicley, Tiago, PC (Paulo Cezar), Toto, Xiru, Zé Luciano, Marquês, Carlão, Andrade, Benê, Marco Antônio e Alexandre das Arábias.
Na comissão técnica estarão o técnico Nei César treinador campeão invicto em 99 e Moacir Amorim, que na oportunidade, era o treinador de goleiros nos anos de 98/99.

Vale ressaltar que Moacir Amorim juntamente com José Flor, o “Careca” (in memoriam) e Mário Lúcio da Silva, o “Manteiga” foram campeões da equipe de 1.990.

O GALO

Também no jogo festivo deste sábado estará em campo como convidado, os também ex-jogadores Euller Coelho, que atuou em grandes clubes do país e do exterior e fez parte da seleção brasileira de futsal, França, Jean, Mujica, Valdeci, o “Tinga” e Jânio César, Juliano, Nego, Pavanelo, Betão vários clubes, Lambari, Cabanha, Edmilson Inhanduí e W-9.

Com saída marcada para acontecer às 8 horas em frente ao parque Jacques da Luz, a delegação “operariana” vem a Dourados para o jogo festivo com os seguintes ex-jogadores: Edson Caveira, Tucho, Martins, Celso, Magrissa, Luciano, Chiru, Pastoril, Edmar boi, Luiz Gaúcho, Marcílio, Alison, Gilson Van, Elias Bibi, Weverson, Dorival, Adir, Anselmo, Zinho, Maroka, Níva, Márcio perneta, Anchieta, Biro Biro, André Jambeiro, Gilmar, Odirley, Roberto, Amaral, Liminha, Paulão, Fernando, Cabral, Bocca, Márcio Vieira, Marquinho, Paulinho Rezende, Jair, Chita,
Paulo Fernandes, Ricardo e Bruno Nóbrega.

CONFRATERNIZAÇÃO

A organização deste encontro festivo sob o comando do ex-jogador “Denis” afirma que logo após o jogo, os jogadores das duas equipes, familiares e convidados estarão participando de um jantar com muita resenha, descontração com pagode e muita alegria e felicidade. “Esse é o objetivo deste evento. O jogo é somente um pretexto para reencontrarmos aqueles que fizeram a história no futebol sul-mato-grossense, em especial os ex-jogadores ubiratanense que muitas alegrias trouxeram para a sua torcida, porque não para os douradenses. Quero aqui agradecer a Prefeitura Municipal por meio da Fundação de Esportes de Dourados que nos cedeu o estádio e aos nossos patrocinadores e colaboradores. Sem eles não seria possível realizarmos este encontro que com certeza será de muita nostalgia” disse “Denis” à reportagem, acrescentado que o Ubiratan é o único clube do interior que possui três títulos da divisão especial do campeonato sul-mato-grossense além de dois vices campeonatos.

 

Esse será o uniforme usado pelo Ubiratan E.C no jogo festivo.

 

Veja também

Apaefs já está treinando para enfrentar o Brasilia Futsal na Copa do Brasil

Com as datas definidas para os dias 28 e 31 de outubro, a equipe da …