sábado, 26 de setembro 2020

Aefa conquista um título e um vice em competição internacional em Nova Andradina

A tradicional escolinha de futebol douradense do Instituto Aefa participou entre os dias 7 à 13 de janeiro, da Copa Internacional de Futebol Ercílio Carreira Mendes na cidade de Nova Andradina. A competição, que chegou à sua segunda edição, é o maior evento esportivo das categorias de base de Mato Grosso do Sul, com participão de equipes de todas as regiões do país, e que neste ano também contou com equipes do Paraguai, Bolivia e Chile.

Na bagagem de volta o Instituto Aefa trouxe dois troféus, o de campeão na categoria 2004, e o de vice campeão na catagoria 2005, o que lhe credenciou a ser considerada uma das mais destacadas equipes da competição.

Na categoria 2004 os meninos do Instituto Aefa tiveram uma campanha quase que perfeita com apenas uma derrota, esta ainda na fase de grupos justamente para a equipe do Chute Inicial Corinthians-SP, a mesma equipe da grande final, que terminou com a vitória dos douradenses por 1 a 0, gol do atacante Livinho. O Instituto Aefa também fez o melhor goleiro, Vitor Hugo, com apenas 3 gols sofridos, e o artilheiro, Willian, com 6 gols marcados.

Já na catagoria 2005 o Instituto Aefa acabou perdendo a grande final nos pênaltis, após empate sem gols no tempo normal, para a equipe do Duque de Caxias da cidade de Cuiabá-MT. Apesar do título não ter sido conquistado a campanha dos douradense merece respaldo, pois a aquipe não perdeu um jogo sequer e ainda fez o artilheiro, José Ântonio, com 9 gols marcados, e o goleiro menos vazado, Esley, com apenas um gol sofrido.

Em contato com o Dourados Esportivo, a diretoria do Instituto Aefa disse estar muito satisfeita com os resultados, que foi até certo ponto, acima do esperado, levando-se em conta que essa foi a primeira competição após as férias do fim do ano. A diretoria do Aefa ressaltou ainda que muito além das conquistas, o maior benefício da competição foi a experiência adquirida, “pois uma competição desta magnitude, onde reuniu mais de 80 equipes de todo o Brasil, e de 3 paises da América do Sul (Paraguai, Chile e Bolivia), são raras e geralmente de difícil acesso”, disse Célio, um dos diretores do Aefa.

Fotos: Instituto Aefa

 

 

Veja também

LDFS convoca equipes para reunião extraordinário para discutir calendário

A indefinição que as competições esportivas vem sofrendo devido a pandemia do COVID-19, vem trazendo …