segunda-feira, 23 de novembro 2020
Fotos: Gilberto Aguiar/Prefeitura de Campo Grande

Praia Clube e Sesc Flamengo chegam a Campo Grande para disputa da Supercopa de Vôlei feminina

As equipes femininas de Dentil/Praia Clube (MG) e Sesc RJ Flamengo (RJ) desembarcaram juntas na manhã desta quinta-feira (05.11), no Aeroporto Internacional de Campo Grande (MS), para a disputa da Supercopa de Voleibol 2020. O jogo decisivo será nesta sexta-feira (06.11), às 20h30 (horário de MS), no Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis (Guanandizão).

Notoriamente, o clima entre as jogadoras e membros da comissão técnica, de ambos os times, era de descontração e disposição, principalmente por ser a primeira competição no ano com a presença de público. Segundo o técnico da agremiação carioca, Bernardo Rezende, o multicampeão Bernardinho, Campo Grande merece esse grande espetáculo.

O treinador campeão olímpico retorna à Cidade Morena após 16 anos. Em 2004, no comando da seleção brasileira masculina, enfrentou Portugal, no Guanandizão, pela Liga Mundial (hoje, Liga das Nações), com grande festa da torcida campo-grandense. “Me lembro bem da minha vinda ao Guanandizão. Vivíamos um momento de grandes vitórias, em que a seleção crescia e conquistava cada vez mais público por onde passava. E Campo Grande nos acolheu de forma incrível. Poder voltar a este ginásio é maravilhoso e espero que possamos levar ao público um grande jogo. Que consigamos fazer uma ótima partida contra um grande time, que é o Praia Clube”.

“Gostaria de agradecer a Campo Grande por essa iniciativa de trazer a Supercopa. Bruninho, meu filho, esteve aqui com o Taubaté na última semana, foi campeão e ficou muito feliz com a estrutura. Esperamos poder brindar o público e a cidade com um bom jogo novamente e queremos voltar mais vezes”, acrescenta Bernardinho.

Para a capitã do Sesc Flamengo, Amanda Campos, o sentimento é de felicidade por reencontrar os torcedores, mesmo que em número reduzido por conta da Covid-19. “Será muito emocionante voltar a ter público em uma partida. Sabemos que neste momento é necessário manter a prudência, com distanciamento e o respeito a todos os protocolos. É um reencontro com os torcedores e esse vale ainda mais. Estamos distantes das pessoas que nos acompanham sempre, mas esses que terão o prazer de estar no ginásio irão representa-los. Eles representarão uma massa enorme que torce e acompanha o voleibol brasileiro e gostariam de estar no ginásio”.

A ponteira ainda revela ser um prazer poder fazer parte da reinauguração do principal ginásio coberto de Mato Grosso do Sul. “O que um atleta mais quer é ter ginásios extremamente capacitados para receber grandes eventos. É um prazer poder estar aqui, junto à população da cidade, de poder fazer parte desse novo capítulo da história do Guanandizão e do esporte no Estado”, finaliza Amanda.

De acordo com a líder do clube mineiro, Walewska Oliveira, o evento na Capital sul-mato-grossense é um ponto de partida para o retorno gradual e seguro de competições com torcida nos ginásios. “Sentimento de que as coisas estão voltando ao normal, dentro do possível. É bom ver o público novamente prestigiando, levando a energia para dentro da quadra”.

Para a central, é gratificante ter o Centro-Oeste no radar de grandes campeonatos do vôlei nacional. “Não temos tanto contato com cidades dessa região. Que bom que temos a oportunidade de vir até aqui e participar da vinda de quem gosta do vôlei em Campo Grande”. O duelo valendo o título da Supercopa será transmitido ao vivo pelo SporTV, canal por assinatura do Grupo Globo.

Campo Grande, graças à parceria entre Governo do Estado e Prefeitura, tornou-se exemplo nacional, sediando o primeiro evento esportivo do país com público, na última sexta-feira (30.10), com a disputa masculina da Supercopa, também no Guanandizão, entre EMS Taubaté Funvic (SP) e Sada Cruzeiro (MG), vencida pela equipe paulista. Com severos protocolos de biossegurança, a partida teve a presença de 600 pessoas convidadas, número correspondente a 10% da capacidade de público do ginásio (hoje, capaz de receber até 6.074 torcedores). As mesmas medidas serão adotadas no duelo desta sexta-feira (06.11), pelo feminino.

Fonte: Fundesporte /Lucas Castro

Veja também

Etapa do Ranking de Salto em hipismo acontece neste final de semana na Capital

Após a paralisação das atividades esportivas por conta do novo coronavírus (Covid-19), o calendário do …