No último fim de semana aconteceu em Canoas, cidade localizada na Região Metropolitana de Porto Alegre, a Seletiva Nacional Sub-18 de Judô, a primeira competição a contar pontos para o Ranking 2020. Participaram da competição 543 judocas de 21 estados, mais o Distrito Federal, a maior Seletiva de todos os tempos organizada pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ), segundo a própria entidade.

Entre eles o judoca Breno Dias, da Associação Cano de Judô (ACJ), de Dourados, se destacou. O atleta terminou na quarta posição na categoria Pesado (+90 kg) e garantiu vaga no Meeting de Judô que acontece em fevereiro do ano que vem em São Paulo. O resultado ganha importância ainda maior por um detalhe: Breno, nascido em 2005, ainda é atleta Sub-15.

A campanha de Breno na Seletiva começou com vitória sobre o paulista Gabriel Braga e, na sequência, foi derrotado por Kaique Silva, da Associação Esporte Sem Fronteira do Brasil, de Minas Gerais. Kaique depois seguiu invicto e conquistou a medalha de ouro. Breno foi para a repescagem e venceu o catarinense Marcos Pereira, da Associação Videirense, e depois o paranaense João Apolinário, da Associação Maringaense de Cultura Física.

Europa

Com inúmeras medalhas em competições estaduais e regionais, Breno acumula também títulos ainda mais expressivo como medalhas de ouro no Brasileiro e Pan-Americano Sub-13, conquistada em Lima, no Peru, em 2017. Se repetir o desempenho no Meeting, pode passar a disputar competições ainda mais longe. O Meeting é o último passo para um judoca chegar à Seleção Brasileira de Base, podendo à partir daí disputar competições no Circuito Europeu.

Técnico do Breno desde quando o garoto entrou no esporte aos cinco anos, o Sensei Alexandre Cano aposta no trabalho ainda mais forte para um desempenho melhor na próxima etapa. “Apesar da idade, Breno tem se mostrado dedicado e focado nos objetivos e treinando cada vez mais sério. Agora os trabalhos serão diários, até três horas de treinos para apurar a força, a técnica e chegar em fevereiro ainda mais pronto”, avalia.

Para conseguir vaga na Seleção Brasileira, precisa, pelo menos, estar entre os quatro primeiros colocados. Para isso, além da excelente preparação, Cano resume o que será preciso Breno fazer contra os melhores judocas do Brasil na categoria. “Agora é ir para o cacete, enfrentar todos de igual para igual”, encerrou.