Em São Paulo está acontecendo desde o último dia 18 no Centro de Treinamento Paralimpico Brasileiro a Paralimpiadas Escolares e o Mato Grosso do Sul é representado por paratletas de todo o Estado para participar das competições nas modalidades de bocha, atletismo, judô, natação e basquetebol em cadeiras de rodas.

Com relação à delegação sul-mato-grossense, Dourados por meio do projeto Dourados Paralimpico que é mantido pela Prefeitura por meio da SEMED (Secretaria Municipal de Educação) e FUNED (Fundação de Esporte de Dourados) que é comandado por Jânio César Amaro, diretor/presidente da autarquia de esportes, tem em seu comando o profissional em educação física Antônio Pietramale, o “Toninho Pietramale”. Ele disse que o projeto Dourados Paralimpico este ano cedeu à seleção sul-mato-grossense, o total de 32 paratletas e nove técnicos para a formação da comissão técnica da seleção estadual.

“Toninho Pietramale” afirma que essa é a maior delegação douradense em jogos nacionais que já disputou em 10 anos de Paralimpiadas Escolares e que no total o Mato Grosso do Sul conta com 73 paratletas e 35 técnicos e assistentes.

Vale ressaltar que a Paralimpiadas Escolares é considerado o maior evento paralimpico do mundo. “Estamos trabalhando e treinando desde o inicio do ano para esta competição com os nossos jovens paratletas. Nossa meta para esta competição é ultrapassar as 23 medalhas que conquistamos na edição do ano passado” disse “Toninho Pietramale” acrescentando que o projeto Dourados Paralimpico atualmente atende 60 alunos com deficiência físicas, visuais e intelectuais.

OS JOGOS

As competições das Paralimpíadas Escolares iniciaram oficialmente nesta quarta-feira (21/11), no CT Paralímpico, em São Paulo, com oito modalidades dão início à 12ª edição das Paralimpíadas Escolares.

Os jogos começaram às 7 horas (de MS), com atletismo, jogo de basquete em cadeira de rodas, bocha, futebol de cinco, futebol de sete, goalball, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado.

Os oito esportes acimas se juntam a judô, natação e tênis de mesa na composição das 11 modalidades ofertadas nas Paralimpiadas.

Todas as competições serão realizadas no moderno Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, e se estenderá até sábado.

A Paralimpiadas Escolares nacional que é o maior evento esportivo do mundo para pessoas com deficiência em idade escolar conta neste ano com a participação de cerca de duas mil pessoas, entre atletas, técnicos, dirigentes, voluntários e equipes do CPB (Comitê Paralimpico Brasileiro), distribuídos com 992 paratletas inscritos de 24 Estados e do Distrito Federal.

No ano passado, o Mato Grosso do Sul ficou em 4º lugar no ranking geral das competições, com 70 medalhas e 292 pontos, ficando atrás de São Paulo, Santa Catarina e Distrito Federal.

As Paralimpíadas Escolares contam com o apoio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida de São Paulo.